Portal da Propaganda www.portaldapropaganda.com

Mídia

28/01/2015 14:19SENTA, BONNER!Monalisa, Monalisa, Monalisa... Corre, Monalisa. Tem tanque de guerra fora de lugar. Mas hoje é dia de comemorar liberdades, por isso, não se prenda a sentimentos antigos. São R$ 118,8 milhões só para começar, senhores e senhoras? Ulala! Assim fica mais gostoso retornar das férias, toda depiladinha, como tem de ser, seguindo o padrão Globo de jornalismo, isto é, seguindo na cola dos de cima pelo Ibope. Oi? Assustou? Claro. Viram a ida e volta do William Bonner? Barbeada somente na volta, porém, das mais lisinhas e já na primeira bancada da temporada. Ai dele se Fátima Bernardes passar os dedos na face do bom moço e a maciez não estiver correspondendo à lisura com que tem de ser tratadas as notícias diárias. Por que jornalista mulher tem de se depilar todinha no fim das férias se só o buço dá pra conferir pela tela da TV? Hahaha.... Brincadeirinha. Cada Homeland tem sua própria opção no dia a dia e na noite a noite, mas vida de homem é ou não é mais fácil em todos os... campos? Senta, Bonner e, you know, take care.
QUEM SABE DE NOVO NESSA MADRUGADA, DEPOIS DE MUITAS BUSCAS ALUCINADAS, OS TIMES DE REPORTAGENS CONSIGAM ADORMECER. VEM AÍ, VAI AÍ, VEM AÍ, VAI AÍ... VAMOS VER
Tem peça em cartaz que continua fazendo sucesso em São Paulo. Solo do Marcelo Marrom: "Preto combina com tudo". Minha nova paixão em pretinhos básicos, vou segredar com todas as letras: Pantene Pro-V Expert Colletction Advanced Keratin Repair Hair. Não cortem, não, madames, seja por falta de tempo, de água ou de salão. Exceto se a necessidade for vender o rabão por grana. Daí a opção fica interessante, principalmente na hora da compra do material escolar. Kit completo, porque o after split end é fundamental. O resultado para seu cabelo vai ser tão bom como a reparação dada pelo presidente Obama e sua equipe na economia quase falida dos Estados Unidos. Tiro (ou tiros), sem mais quedas. Funcionou geral. Mas geral mesmo; e pra geral mesmo. Aliás. no esperado e tradicional discurso State of the Union, no Capitólio dos Estados Unidos, neste 20 de janeiro, a classe média norte-americana esteve em chamas ao ouvir o otimismo do seu presidente, sustentando por cifras, números e índices que não o deixam mentir. (Corroborados, obviamente, por David Cameron que acabara de visitar a pátria-irmã, onde conferira in loco as últimas novidades antes de qualquer outra pessoa do mundo – quer dizer, excetuem-se sempre, nestes dados, mesmo quando quem está no comando é o M16, os imbatíveis membros do Mossad.)
(...)

16/01/2015 02:33TOUT EST PARDONNÉ? AFINAL SÃO 8, SÃO 80 OU FOI POR NÃO SABERMOS A RESPOSTA QUE FICAMOS COM 300?Entre um tiroteio e outro, David Cameron chega a Washington com tapete vermelho de boas-vindas estendido, como pontua a reportagem do The Independent, para falar com o presidente Obama, mas os canais de notícia da TV norte-americana ainda estão mais pra cartoon e pras corridas de caça aos terroristas pela Europa e adjacências.

 Não que o primeiro-ministro britânico não tenha se esforçado pra virar notícia nestes tumultuados dias, nos quais até Fidel Castro “tentou” falecer mais uma vez pra ganhar capa sem muito sucesso – pra não escrever nenhum. O que ele anda fazendo, além de sair na comissão de frente da ala dos estadistas da éduquée et sensibilisée école française “Je suis Charlie”? Cameron ameaça banir o WhatsApp e outros brinquedinhos parecidos do Reino Unido se os agentes do serviço secreto britânico, o MI6, aquele para o qual trabalham todos os 007 espalhados pelo mundo, continuarem sem acesso às mensagens dos seus utilizadores, inclusive as minhas e as suas, leitores. Não sei o que o presidente Obama pensa sobre isso, todavia, Sir, com todo respeito, eu acho um absurdo. Sim, acho um absurdo eu não ter o gostinho excitante de supor, em minhas fantasias, que estou sendo espionada por um James Bond com a categoria de Daniel Craig, seja o nome da operação Skyfalt ou Husetfalt. É mesmo lamentável que, assim como eu, mulheres, principalmente na nossa faixa de idade, sejam, desse modo, grosseiramente discriminadas em meio aos cativantes joguinhos das redes sociais da atualidade. Tem de banir do Reino Unido, mesmo, e substituir rapidamente por outras ferramentas de comunicação mais “abertas”, mais “democráticas”, digamos, além de mais serviçais na caça ao comunismo, digo, ao terrorismo.


– ARE YOU KIDDING?
– NO. THE SENSO OF HUMOR IS REAL VERY HIGH IN ALL THE PLANET AT THE MOMENT. A BIG BUSINESS. SOLD OUT.
– OH, MY GOD!
– YES! ABSOLUTELY REAL. EVERYBODY IS GOD. ME TOO. BUT FOR YOU, WE HAVE ONLY 300 INVITATIONS.
– INVITATIONS? WHAT ARE YOU TALKING ABOUT? WHERE ARE OUR MAGAZINES?

– ABOUT MAGAZINES?

– ARE YOU CRAZY MAN?
– YOU KNOW... WELL, UNBELIEVABLE: THE FRENCH MAGAZINES AND THE INVITATIONS ARE THE SAME PERSON. ONE AND TWO IN THE THIRD, UNDERSTAND? THIS'S THE KEY. YOU BUY AND FAST YOU WIN THE FORGIVENESS.
– WHAT A HELL IS IT?
– NO TERRORISM IN YOUR HOME IF YOU ARE... CHARLIE. BECAUSE CHARLIE DEAD NOW IS MAOMÉ AND MAOMÉ IS GOD. AND JE SUIS CHARLIE. DID YOU GET IT?
– JESUS CRIST!!! YES!!! WE NEED EIGHT MILLIONS MORE ONLY EM NY, MAN.

Perguntar ao Fidel Castro o que ele acha de tudo isso? Hahaha.... O velhinho virou os 88 do título deste artigo, sempre na corda bamba sem saber se ia de 8 ou 80, e desde que suas pernas não aguentam mais não apenas o peso dos seus próprios ossos, mas também o de todos os ossos dos mortos pelo sonho utópico de Cuba, passou a ser patrocinado pela Adidas, repararam? O cara despiu o uniforme e vestiu o abrigo da Adidas sem dar satisfação pra ninguém. Dizer mais o que? É posar para as fotos e se alguém se mancar e perguntar alguma coisa a respeito, resposta dada: “Es tut mir leid”.

 Entre um parágrafo e outro, passaram por aqui, nos Estados Unidos, somente 300 exemplares da edição histórica da Charlie, sob protesto da imprensa local, claro, e no meu cérebro, digamos, passaram algumas respostas da CIA esclarecendo porque não estamos em combate contra um suposto “radicalismo islâmico”.
(...)

Download Mídia Prêmios Mídia

BuscaRápida

Esqueci! Cadastre-se
© 2002- Revista About e Portal da Propaganda
Redação, Administração, Publicidade, Circulação e Prêmios - R. Cardoso de Almeida 788, 11º andar, cj. 112/113 - Perdizes - CEP 05013-001
São Paulo - SP - Tel. (11) 3675-9065