Portal da Propaganda www.portaldapropaganda.com

Marketing

24/11/2014 17:06DRIBLANDO AS DIFICULDADESApesar das grandes deficiências da nossa educação, o talento de jovens ultrapassa as fronteiras e desperta atenção internacional em alguns setores. Recentemente, a Universidade de Harvard, nos Estados Unidos – considerada a segunda melhor do mundo, de acordo com o ranking da Times Higher Education –, selecionou duas estudantes brasileiras do ensino médio para o Village to Raise Child – programa criado pelos alunos da universidade para incentivar projetos inovadores identificados sob a égide de empreendedorismo social. Ao lado de mais três estudantes do Nepal, Sri Lanka e Filipinas, elas foram selecionadas entre 80 autores de projetos.
SAÚDE PÚBLICA, BEM ESTAR DA POPULAÇÃO, EVOLUÇÃO DOS ESPAÇOS URBANOS... O BRASIL PRECISA ESCUTAR MAIS E RACICIONAR MAIS COM OS CIDADÃOS JOVENS PARA CHEGAR ÀS SOLUÇÕES QUE PODERÃO REJUVENESCER E APRIMORAR O TRABALHO A SER FEITO PELAS MELHORIAS NECESSÁRIAS EM INÚMERAS ÁREAS DE EXTREMA RELEVÂNCIA PARA A NAÇÃO
Georgia da Silva Sampaio, de Feira de Santana/BA, pesquisou a criação de um método para o diagnóstico da endometriose por exame de sangue. O método causaria um impacto positivo, já que a doença, que acomete milhares de mulheres, aparece apenas no exame de ultrassonografia, com diagnóstico bastante demorado, aumentando os riscos da ampliação da enfermidade. Ela começou a desenvolver a pesquisa após sua tia ter sido diagnosticada com a doença e precisar extrair o útero. Pela importância do tema, o projeto poderia ser utilizado, sem maiores problemas, nos serviços públicos de saúde.
No caso da estudante Raíssa Muller, de Novo Hamburgo/RS, aluna do curso técnico de química, ela criou uma espécie de esponja que absorve o óleo e repele a água, o que pode contribuir enormemente em casos de acidentes de derramamentos de óleo no mar, ou até mesmo em casa, no recolhimento do óleo de cozinha para reciclagem.


E o sucesso internacional não para por aí. A estudante de arquitetura Stefanie Tuck Schneider foi premiada no workshop organizado pela Future Cities Project e pelo site britânico Architectural Rewie que selecionou três trabalhos entre 163 inscritos. A brasileira defende que a boa arquitetura tem de ter poesia ao mesmo tempo em que cumpre requisitos de complexidade e de forma.


(...)

21/11/2014 11:31FAZER MAIS COM MENOSUm tema com grande foco na última campanha eleitoral foram os programas sociais, inegavelmente um dos maiores fatores que impulsionaram a saída de 25 milhões de brasileiros da faixa de pobreza, composta por pessoas que ganham menos de US$4 por dia (R$10 ou R$299 por mês). Eles foram catapultados, em ampla maioria, para o segmento com renda pessoal entre R$300 e R$750 por mês, o que dá um valor de R$1.200 a R$3.000 para uma família de tamanho médio, composta por quatro pessoas, o que as coloca na faixa das pessoas em situação de vulnerabilidade social.

 Finda a campanha, o tema deve merecer uma reflexão aprofundada, que vai além da simples manutenção ou não de tais programas – até porque ninguém, com um mínimo de bom senso, pensaria em extinguir programas com forte efeito inclusivo, como o Bolsa Família. Análises menos apaixonadas destacam um ponto que se configura, com crescente clareza, como uma fragilidade das atuais políticas de assistência social.
SE 40% DA POPULAÇÃO DO PLANETA VIVE EM POBREZA EXTREMA, QUAL A PORCENTAGEM DE EXTREMA INCOMPETÊNCIA DENTRE TODOS OS TERRÁQUEOS, NUMA FAIXA QUE VAI DE 10% A 100%? AO SEREM CATAPULTADOS DA EXTREMA POBREZA PARA A POBREZA E A MEDIANIDADE, QUAL A PORCENTAGEM DOS TERRÁQUEOS QUE, SIMULTANEAMENTE, É ELEVADA DA EXTREMA INCOMPETÊNCIA PARA A INCOMPETÊNCIA E A COMPETÊNCIA MEDIANA? DENTRE OS TERRÁQUEOS CATAPULTADOS DA EXTREMA POBREZA PARA A POBREZA E A MEDIANIDADE MAS INCAPAZES DE SUPERAR A EXTREMA INCOMPETÊNCIA, QUAL A PORCENTAGEM DENTRE ELES EM RISCO DE RETORNAR, POR VULNERABILIDADE, À EXTREMA POBREZA? DENTRE OS TERRÁQUEOS QUE VIVEM NA EXTREMA COMPETÊNCIA E NO EXTREMO CONSUMO ALÉM DA SOBREVIVÊNCIA, QUAL A PORCENTAGEM DENTRE ELES INTERESSADA EM CATALPUTAR TERRÁQUEOS DA EXTREMA POBREZA? DENTRE OS TERRÁQUEOS QUE VIVEM NA EXTREMA COMPETÊNCIA E NO EXTREMO BOM SENSO, QUAL A PORCENTAGEM DENTRE ELES QUE OS MESTRES INTERESTELARES PODEM CATAPULTAR DA TERRA PARA PLANETAS COM 0% DA POPULAÇÃO "VIVENDO" EM POBREZA E INCOMPETÊNCIA EXTREMAS?
Em entrevista concedida ao Valor Online entre o primeiro e o segundo turno das eleições, o mexicano Jorge Familiar, vice-presidente do Banco Mundial (Bird) para a América Latina e Caribe, destaca que o Brasil é um país-chave no resgate dos 40% da população do planeta, que vive em pobreza extrema (renda diária de menos de U$1,25) até 2030.


(...)

Download Marketing Prêmios Marketing

BuscaRápida

Esqueci! Cadastre-se
© 2002- Revista About e Portal da Propaganda
Redação, Administração, Publicidade, Circulação e Prêmios - R. Cardoso de Almeida 788, 11º andar, cj. 112/113 - Perdizes - CEP 05013-001
São Paulo - SP - Tel. (11) 3675-9065