Portal da Propaganda www.portaldapropaganda.com

índice Geral

  • GERAÇÃO NEM-NEM MUNDIAL / Marketing16/04/2014 19:36 
Existe uma evidência preocupante que aponta para o crescimento da população da geração nem-nem, composta por jovens que nem trabalham nem estudam. Essa é uma tendência não só no Brasil, mas mundial conforme mostra pesquisa realizada pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) realizada em 40 países. Em pelo menos 30 nações, houve aumento do fenômeno. Em países como Espanha e Irlanda, os índices chegam a 20% dos jovens nessas condições, uma taxa considerada muito preocupante pela organização.

 Conhecidos também pela sigla em inglês Neet (neither in employment, nor in education or training), o perfil desses jovens aumenta por motivos diferentes, de acordo com o país. A crise mundial que afetou as nações europeias é a grande causa para o comprometimento da oferta de trabalho, como nos casos da Turquia e da Grécia, entre outros, em que a taxa de desemprego na faixa etária é muito grande. Já no México, por questões culturais, 77% das garotas não trabalham, preferindo se dedicar à vida familiar.


    – OLHA O PASSARINHO...
    – HAHAHA.... E AÍ, FLOR! TÁ ME TIRANDO? E DE DESEMPREGADO DO ANO?
    – MANÉ, TU CONTRIBUISTES PRO QUADRO E AGORA NÃO QUER POSAR PRA FOTO? SMILE, SMILE, SMILE...
    – EU? QUAL FOI A PARTE QUE CONTOU COM A INCLUSÃO DO MEU NARIZINHO EM MAIS ESTA CONFUSÃO TERRÁQUEA QUE TE PERTENCE?
    – A CONFUSÃO ME PERTENCE? E O PLANETA ESTÁ SOB A GESTÃO DE QUEM, AMIGÃO? QUE EU SAIBA, DEUS TÁ VENDO, MAS TE ENTREGOU O CARGO COM CARTA TODA BRANCA COM OU SEM CRUZ. TU NÃO FAZ NADA?
    – TU CRÊS QUE NÃO?
    – É VER PRA CRER OU NÃO É?
    – TU VAIS MESMO BRINCAR DE SÃO TOMÉ COMIGO?
    – BOM, SE TU FORES, ELE E TODOS OS TEUS DISCÍPULOS VÃO JUNTO QUE EU SEI.
    – AH! POIS É. TALVEZ MEU NARIZ TAMBÉM NÃO ESTEJA DANDO CONTA DA FORMAÇÃO DO MEU MINISTÉRIO. NEM PÃO, NEM VINHO, TUDO DESEMPREGADO... REDE AO MAR PRA QUE MESMO?
    – PRA ACORDAR TUBARÃO.
    – HAHAHA.... FLOR, É PÁSCOA. SE EU NÃO DER CONTA, COELHINHO DÁ. QUER APOSTAR?
    – EU NÃO APOSTO.
    – MAS VIVE POSTANDO O QUE NÃO DEVE.
    – SOBRA TEMPO, FALTA EMPREGO, SABE COMO É...
    – SEI SIM. ASSIM NA TERRA COMO NO CÉU.
    – É PRA EU DIZER AMÉM?
    – SE TU RECEBESTES O PÃO DE CADA DIA, O QUE TU ACHAS?
    – AMÉM.

    O assunto vem chamando a atenção desde o ano passado quando uma campanha publicitária da Benetton, na Itália, destacava o “Desempregado do ano”, utilizando fotos de jovens. O objetivo era chamar a atenção para a falta de oportunidade para esse grupo de pessoas e também para o desânimo deles em relação aos cargos com baixa remuneração, preferindo esperar até surgir oportunidades melhores.

 No Brasil, os números mostram que o crescimento econômico da década passada não foi suficiente para melhorar as condições de emprego dos jovens. Apesar de conviver com uma taxa de desemprego baixa, em torno de 6%, o país ainda convive com índice alto para a população nem-nem: 19% dos jovens entre 15 e 24 anos.
    (...) Ver matéria
  • QUANDO FALAR "NÃO" PARA SEU CHEFE (OU CLIENTE) / Comunicação15/04/2014 19:36 Você dedica um tempo incrível para estruturar um trabalho: pesquisa, discute, estuda, debruça horas sobre o projeto e, com um grande sentimento de dever cumprido, olha para o material finalizado, cheio de orgulho. Ao apresentá-lo para seu chefe (ou cliente) que, após um olhar rápido, impreciso, sem o completo embasamento necessário, desqualifica o projeto e pede, levando em conta a sua visão equivocada, para que seja reformulado. Com o coração acelerado, a garganta seca, a cabeça fervendo, você está diante de três diferentes cenários:
    

1) Dizer “sim” e admitir que estava errado;


    2) Dizer “sim” e descobrir que estava certo”;


    3) Dizer “não” e assumir os riscos.


    A SITUAÇÃO ACIMA PODE OCORRER PORQUE:
    (  ) SEU PÉ É GRANDE, SUAS PERNAS SÃO PELUDAS, VOCÊ SÓ USA CALÇA COMPRIDA PRA TRABALHAR – EXCETO QUANDO LIBERAM O BERMUDÃO POR CAUSA DO CALOR –, SUAS GRAVATAS ESTÃO MEIO FORA DE MODA E, QUANDO VOCÊ NÃO FAZ A BARBA, OS PELOS CRESCEM.
    (   ) SEU PÉ NÃO É MUITO GRANDE, MAS VOCÊ ODEIA SALTO ALTO; SUAS PERNAS FICAM MAIS TEMPO PELUDAS DO QUE AS DE OUTRAS PESSOAS QUE VOCÊ CONHECE; VOCÊ USA SAIA, MAS PREFERE CALÇA JEANS NO DIA A DIA; SUA BARRIGA ESTÁ MEIO ESTUFADONA; SUAS CAMISETAS FAZEM COM QUE SEUS SEIOS SEJAM VISTOS COMO PARTE DA ESTAMPA DAS SALADAS DE FRUTAS QUE VOCÊ GOSTA DE OSTENTAR; VOCÊ NÃO PRECISA FAZER BARBA, MAS, MESMO ASSIM, TEM UNS PELINHOS ENCRAVADOS DUROS DE ELIMINAR COM PINÇA.
    (  ) VOCÊ É LINDÍSSIMO, CHEIROSÍSSIMO, FOFÍSSIMO, ELEGANTÉRRIMO, CONFIÁVEL, AMIGÁVEL, SIMPÁTICO, EXTREMAMENTE COMPETENTE, MAS NÃO GOSTA DE TER RELACIONAMENTO SEXUAL COM MULHERES.
    (  ) VOCÊ É LÍNDISSIMA, CHEIROSÍSSIMA, FOFÍSSIMA, ELEGANTÍSSIMA, CONFIÁVEL, AMIGÁVEL, SIMPÁTICA, EXTREMAMENTE COMPETENTE, MAS NÃO GOSTA DE TER RELACIONAMENTO SEXUAL COM HOMENS QUE NÃO SEJAM SEUS NAMORADOS, NOIVOS OU MARIDOS.
    (  ) VOCÊ NÃO LATE, MAS ABANA O RABO PRA QUALQUER UM; VOCÊ NÃO MORDE, MAS FOGE QUANDO ALGUÉM ROSNA PRA VOCÊ; QUANDO É MORDIDO, VOCÊ PENSA EM MORDER DE VOLTA E CHEGA A MOSTRAR OS DENTES; VOCÊ NÃO FUMA, MAS FUMA; VOCÊ NÃO SABE OFERECER PROPINA, SUBORNO, MAS DEVERIA SABER; VOCÊ NÃO ACEITA SUBORNO, PROPINA, MAS DEVERIA ACEITAR.
    (  ) VOCÊ É INCOMPETENTE, MAS ENXERGA O MUNDO TOTALMENTE AO CONTRÁRIO.
    (  ) VOCÊ É COMPETENTE, MAS ENXERGA O MUNDO TOTALMENTE AO CONTRÁRIO.
    (  ) VOCÊ NÃO ENXERGA O BEM QUE O PRÓXIMO LHE FAZ QUANDO APONTA SEUS DEFEITOS, ESTEJA ELE EM CARGO ACIMA OU ABAIXO DO SEU, INCLUSIVE OS QUE VOCÊ NÃO TEM, MAS PODE VIR A TER SE OUSAR CONTRARIAR O CRÍTICO.
    (  ) VOCÊ MORA NUM PAÍS COMUNISTA.
    (  ) VOCÊ MORA NO BRASIL.

    (  ) VOCÊ NÃO ACREDITA, MAS ACREDITA, EM CPIs.
    Cenário exposto, corda no pescoço, o questionamento é inevitável: qual decisão tomar? Neste momento, somente essas duas palavras resolvem a situação: sim ou não.
    (...) Ver matéria
  • LIDERANÇA E MUDANÇA      / Comunicação15/04/2014 01:16 Quando uma empresa passa por uma transformação ou implementação de um projeto, existe uma preocupação de seus dirigentes com a eventual resistência que os colaboradores possam demonstrar em função das mudanças futuras. Atividades de team-buiding são programadas, livros como “Quem mexeu no meu queijo” são distribuídos etc. O que os gestores se esquecem é que a cultura de uma empresa começou a ser estabelecida por seus fundadores e que essa cultura foi se solidificando à medida que novos gestores foram sendo contratados, pois é natural que os fundadores busquem, para seus quadros, pessoas que compartilhem de seus valores, crenças e pressupostos.
    EM BRIGA DE LÍDER E GESTOR, É MELHOR METER A COLHER DE UM CONSULTOR. SINCRONIZADOS, LÍDERES E GESTORES MUDAM PARA MELHOR O QUE PODE ESTAR CAMINHANDO PARA O PIOR, MAS QUANDO A RELAÇÃO ENTRE ELES AZEDA, O FUTURO FICA MAIS LONGE, O PRESENTE SE AGLOMERA COM A MÁ VONTADE E O RESULTADO É UMA EMPRESA EM DIFICULDADES, CHEIRANDO A MALDADES
    [...] Gerenciar é fazer com que as coisas aconteçam no curto prazo. Já liderar é pensar em novos caminhos para o futuro e inspirar as pessoas a desejarem esse futuro. As empresas não têm formado líderes, apenas gestores. Uma transformação exige líderes. Um gestor espera que as pessoas façam o que elas mandam e este não é o melhor caminho para uma transformação.
    (...)
    Ver matéria
  • O MARKETING DO ESPÍRITO HUMANO E A CONQUISTA DOS ALUNOS DA GERAÇÃO Z / Marketing11/04/2014 17:30 A geração “Y” ficou para trás. Já estabelecida no mercado de trabalho e envolta com as suas dificuldades em conquistar o equilíbrio entre a realização profissional e pessoal, cede espaço à “Z”. Esta, porém, pasmem, não tem ideia do que acontecerá com seu futuro. Quer apenas desfrutar o hoje. O vasto acesso à informação permite a esses jovens sentir que o mundo cabe em suas mãos. Num ambiente de excessos, a opinião de seus amigos é confiável e mais influente do que a das marcas. É o que aponta estudo inédito sobre a Geração @ e as mudanças dos consumidores teen, realizada pela Enfoque Pesquisa de Marketing.
    – CONSUMIDOR TEEN É DEUS, NÉ DEFU?
    – OI? COMO ASSIM? DEUS SOU EU.
    – Ô MANÉ, VAI IMITAR O DAN STULBACH, AGORA? NOSSA, NÃO DÁ PRA CONVERSAR SÉRIO CONTIGO. NEM JÔ SOARES TE AGUENTARIA.
    – STUL O QUÊ? BACH TÁ VIVO? E VIVO AÍ NA TUA TERRINHA COM NOME DE ÍNDIO? HAHAHA.... QUE MACARRONADA, HEIN, FLOR! E DEPOIS O LOUCO SOU EU. ALIÁS, DO JEITO QUE ANDO PERDENDO MEU TEMPINHO AQUI PRA FICAR SENDO CONFUNDINDO COM QUALQUER UM QUE SE NOMEIE DEUS, SÓ POSSO TER ENLOUQUECIDO MESMO.
    – OI? NOME DE ÍNDIO? OLHA O RESPEITO, DEFU. ATÉ CONSUMIDOR TEEN TEM MAIS RESPEITO COM O NOME E A MARCA DOS OUTROS DO QUE TU.
    – PESQUISA PRA TU TIRARES A PROVA. PESQUISA. TAÍ, BOA IDEIA. QUE TAL UMA GRIFE COM MEU NOME?
    – DEFU OU MANÉ?
    – DEUS, MADONA. D-E-U-S.
    – E NAS CAMISETAS A GENTE ESTAMPA O QUE OU QUEM?
    – HAHAHA.... CADA UM A SUA PRÓPRIA IMAGEM E SEMELHANÇA. TUDO PERSONALIZADA. HAHAHA.... A TEENZADA VAI AMAR. ELES SE AMAM O TEMPO TODO MESMO.
    – QUER SABER, PREFIRO OS OLHOS AZUIS ACINZENTADOS DO STULBACH...
    – TSTSTSÉ... DUBLÊ DELE MESMO. TEM OUTRO COM A MESMA CARA EM HOLLYWOOD. ALIÁS, ELE É BOM MESMO NESSA DUBLAÇÃO?
    – DEFU, SE LIGA. DEIXA O CARA, MEU DEUS! E QUER SABER: SEGUINDO ESSA LINHA, ANTES DELE VEM O WASHINGTON OLIVETTO, O FÁBIO FERNANDES, O NIZAN GUANAES... PODE PERGUNTAR PRA TEENZADA DA PROPAGANDA. TUDO DEUS. SEM A BÊNÇÃO DELES, CADÊ CARREIRA?!
    – HAHAHA.... DEUS SOU EU, FLOR. SE LIGA E NÃO ERRA MAIS. COM OU SEM DUBLÊ, COM OU SEM TEATRO ISRAELENSE, COM OU SEM CACHÊ, COM OU SEM GERAÇÃO Y OU Z, MEU NOME É DEUS, MAS, SE TU QUISERES, PODE ME CHAMAR DE DEFU, PODE ME CHAMAR DE MANÉ...
    – E O OSCAR VAI PARA... CONTRARIAR DÁ EM NADA.

    Uma das principais etapas na vida dos “Z” é entrar na faculdade. Entretanto, muitas instituições de ensino superior ainda torcem o nariz quando o assunto é tratar o aluno como o seu principal cliente, ignorando seu perfil, receios e desejos. As mais de 2.400 instituições de ensino superior (IES) no Brasil, que concentram os sete milhões de alunos matriculados no País, vivem dilemas que antes não preocupavam a alta administração. O marketing, outrora uma área de luxo, torna-se um setor estratégico e fundamental no processo de entender as necessidades dessa geração e oferecer atrativos que retenham o estudante durante todo o curso. Além disso, espera-se que ele construa uma admiração pela marca e saia da faculdade com um alto índice de satisfação e identificação, a ponto de voltar para cursar pós-graduação, indicar a instituição ou simplesmente reencontrar amigos e professores.

    (...) Ver matéria
  • UM ANO COM O PAPA FRANCISCO / Comunicação10/04/2014 15:54 No ano passado, em 13 de março de 2013, o cardeal Jorge Mario Bergoglio foi eleito o novo Papa, assumindo o nome de Francisco. Ele substituiu o antigo Papa Bento XVI, que renunciou em 28 de fevereiro de 2013, em meio a uma crise financeira e moral no seio do Vaticano. Na época foi muito comentado que um dos motivos da sua renúncia estava relacionado às ameaças recebidas da cúpula do Vaticano e, com sua renúncia, ele desarmou o grupo contrário. O Papa Francisco, desde o início, começou a romper com as antigas tradições da Santa Sé, se recusando a morar no isolado palácio do Vaticano e indo para a residência de Santa Marta, um verdadeiro hotel dentro do Vaticano. Ao longo deste primeiro ano de papado, Francisco deu início a uma profunda reforma contra a pompa, ritualismo e ostentação da Igreja Católica Romana, além de mexer em assuntos nunca antes questionados, como uma aproximação com o Islã.
    O QUE NOS ESCANDALIZA NOS DIAS DE HOJE? UMA MONALISA SER ROUBADA, DESTRUÍDA, CORROMPIDA? UMA CRIANÇA SER TRAFICADA, TRAFICANTE, DROGADA? UM PAPA DIZER ADEUS, UM PAPA NÃO DIZER NADA, UM PAPA DIZER AMÉM? ESCÂNDALO SÓ É ESCÂNDALO QUANDO NOS CONVÉM? EXISTE CÉU E INFERNO PARA QUEM NELES NÃO CRÊ, NEM NUM DEUS? EXISTE VISÃO PARA QUEM NÃO VÊ?
    Recentemente fez um apelo para não permanecermos indiferentes diante das guerras que assolam nosso mundo. Recordou que, na antiga história bíblica, todos ficaram escandalizados quando Caim matou seu irmão Abel, mas, hoje, nos acostumamos com milhões de mortes entre irmãos. Pediu para pensarmos nos dois lados de uma guerra: nas crianças nos campos de refugiados e nas festas e vida confortável dos fabricantes e comerciantes de armas. Ele conclui sua meditação sobre a paz com uma invocação para não aceitarmos mais as notícias de guerras. Também disse ao mundo que todos os engajados em boas ações merecem o céu e vão desfrutar da salvação, independente de sua religião ou mesmo se creem em Deus.
    (...) Ver matéria
  • DEMISSÃO COLETIVA – DIGNIDADE E RESPEITO COM OS QUE SAEM E COM OS QUE FICAM / Comunicação10/04/2014 15:29 Em um mercado globalizado, repleto de incertezas e de surpresas desagradáveis, qualquer organização poderá ser impelida a ter que decidir sobre um processo de demissão coletiva, envolvendo parte de seu contingente administrativo e operacional, sob pena de colocar em risco a continuidade de seu negócio. Esse pode ser um dos piores momentos na vida de uma empresa.

 Atualmente, a Justiça do Trabalho tem atuado com severidade nestes casos que ficaram conhecidos como “demissão em massa”, determinando que as empresas negociem com os sindicatos da categoria, caso contrário uma reintegração coletiva pode ser decretada.


    É POR ISSO QUE A MÁXIMA POPULAR "AGORA É TARDE", QUE VIROU TÍTULO DE ATRAÇÃO TELEVISIVA, NÃO CAI DE MODA NUNCA E FAZ PENSAR COM MAIS "AGILIDADE" QUEM ESCAPA DA TRAGÉDIA POR UM FIO. OU DEMISSÃO COLETIVA, NUMA ECONOMIA COMO A BRASILEIRA, NÃO É TRAGÉDIA? MELHOR DEIXAR PRA PENSAR NISSO DEPOIS? DEPOIS QUE O CALDO RUSSO ENGROSSAR ESQUENTANDO A GUERRA FRIA? WELL, SEI NÃO, SERÁ QUE NÃO É AGORA QUE JÁ É TARDE?
    A decisão da empresa deve considerar outras variáveis igualmente importantes: abrir mão de anos de investimento na capacitação de dezenas, centenas ou até milhares de colaboradores; a interrupção abrupta da segurança e da fonte de renda dos colaboradores atingidos, impactando as suas vidas pessoais, profissionais e familiares; e outra igualmente importante, a insegurança daqueles que permanecerão nos seus empregos.

 A demissão coletiva, apesar de sua complexidade e impactos, é uma alternativa viável, pois produz resultados concretos e imediatos, enquanto que outras podem requerer tempo e investimentos adicionais, muitas vezes indisponíveis na ocasião.
    (...) Ver matéria
  • LANÇADA A QUARTA EDIÇÃO DO PRÊMIO ABOUT MÍDIA / Mídia08/04/2014 05:04 Sob responsabilidade da revista About e do PortaldaPropaganda, a quarta edição do Prêmio About Mídia irá destacar, além da Criatividade em Mídia e da Contextualização, a excelência no cumprimento dos Objetivos de Mídia, que é a terceira área da premiação e foi lançada na última versão, em 2012. Dessa forma, o prêmio continua a ser o mais contemporâneo e abrangente da mídia brasileira.
    Poderão concorrer agências, clientes e veículos – com mensagens publicitárias e de comunicação por conteúdo, campanhas e ações de mídia veiculadas, no Brasil, a partir de abril de 2012.
    APOIO DA ABA E DO GRUPO DE MÍDIA
    A premiação, que foi realizada pela primeira vez em 2008, conta com o apoio institucional do Comitê de Mídia da ABA - Associação Brasileira de Anunciantes e do Grupo de Mídia de São Paulo.
    As inscrições estarão abertas até 5 de maio e o julgamento será realizado no dia 12 do mesmo mês, a tempo de fazer a entrega dos prêmios no encerramento do ABA Mídia 2014, que acontecerá em 20 e 21 de maio. (...) Ver matéria
  • NEM NOÉ CONSTRUIRIA UMA ARCA MAIS PROPÍCIA PARA SALVAGUARDAR A SUSTENTABILIDADE DA COMUNICAÇÃO IMPRESSA NO MUNDO / Mídia07/04/2014 15:25 Ao assistir novamente ao estupendo Charlie and the chocolate factory (A fantástica fábrica de chocolate), desta feita na companhia do meu filho de quase 7 anos, mais uma vez, como nas anteriores, entro num túnel do tempo como o faz no filme many times Willy Wonka, mas não na trajetória psicológica dele, e sim na do garoto protagonista (inglês ou russo?), com uma enorme diferença: a “fábrica” de seus sonhos é doce, muito doce, similar à fábrica de chocolates que visita; a “fábrica” dos meus sonhos era agridoce, muito – especialmente – cheirosa –, similar a uma “fábrica” de sonhos, como a TV e o cinema, sendo, porém, na realidade, uma “fábrica” de verdades e mentiras, nuas ou vestidas, cruas ou cozidas, factuais ou interpretadas, uma “fábrica” de notícias, feito o produto um jornal impresso em papel não dourado, nada sedoso, até meio acinzentado, totalmente acorrentado às letrinhas nele grafadas com tintas de poucas cores, a preta a se sobressair, todavia com o vermelho e o azul a me chamarem pra sorrir.
 Foi meu pai quem me levou pela mão até as máquinas impressoras dos jornais – ele tinha um jornal somente dele, pequenino, cuja vida utilitária se prestava a basicamente vender livros como uma mala direta o faz ainda hoje, porém com os anúncios de best sellers e lançamentos rodeados de artigos versados em cultura popular, beirando às vezes a auto-ajuda. As mãos sujas de tintas dos operários me fascinaram à primeira vista. Dedos de senhores ágeis a formatar meu primeiro nome com caracteres de chumbo. Uau, Obama! Viravam um carimbo.
 Não servia para passaporte, mas era tudo de bom e lindo para uma garotinha de 6 anos, em suas andanças pelas suas fábricas de seus sonhos.
    HORA DE TIRAR O CHAPÉU PARA O WILLY WONKA DA FANTÁSTICA FÁBRICA DE FATOS VERÍDICOS DA TWO SIDES

    “O ingresso do Brasil na campanha é uma ótima notícia! Somente em 2013, a produção brasileira de celulose alcançou cerca de 15 milhões de toneladas, e a de papel, 10,4 milhões de toneladas. Além de ser uma das economias mundiais que mais crescem, o País cria a todo o momento projetos novos e ambiciosos para o setor da comunicação impressa. O Brasil está se tornando rapidamente um líder em silvicultura, e estamos entusiasmados com a possibilidade de mesclar a fantástica história da sustentabilidade desse país aos fatos que a Two Sides comunica globalmente sobre o papel e a indústria da comunicação impressa”, declara Martyn Eustace, diretor da Two Sides no Reino Unido (www.twosides.info).

    (...) Ver matéria
  • ENTRE O VALOR DA COMUNICAÇÃO E O DA COMMODITY / Comunicação04/04/2014 16:44 As grandes transformações trazidas pela tecnologia, com a utilização de múltiplas mídias e plataformas de forma integrada, mudaram radicalmente a forma de fazer comunicação, de trabalhar e pensar as ações e as estratégias. Mas uma coisa não se alterou: a criatividade e as boas ideias continuam sendo a essência das agências de comunicação, sejam elas de publicidade, promoção, eventos, live marketing, digital ou de outras disciplinas relacionadas.
    NÃO É SIMPLES, NÃO É FÁCIL, NÃO É BARATO. MAS TEM DE SER BEM RECOMENDADO, BEM SOLICITADO, BEM FEITO E BEM APROVADO. SEM BOLA FORA DA MESA DE COMPRA, SEM EXTRAS FORA DO PLANEJADO NO ORÇAMENTO, SEM ENCOMENDA DE MERCADORIA QUE NÃO AGREGA VALOR, NEM PASSA PELO CRIVO DA LEI E, A BEM DA VERDADE, NEM SERVE PRA PROPAGAR QUE CRIATIVIDADE E OUSADIA PRECISAM ANDAR EM MÁS COMPANHIAS
    Ao mesmo tempo em que a tecnologia criou novas ferramentas de comunicação e rompeu barreiras de contato com os diversos públicos, trouxe novos desafios às agências, como integrar e lidar com todo esse novo universo. A complexidade deste cenário, mais uma vez, exige o que as agências de propaganda e de comunicação sabem fazer de melhor: ter boas ideias, criatividade, planejar com base no conhecimento de mercado, entender os consumidores e os clientes, e responder a eles com ações que os informem, cativem e fidelizem. Este é o maior valor do trabalho das agências de propaganda, e que nada tem de simples, fácil e (tampouco deveria ter) de barato. Das agências, saem ideias e criações que nenhuma relação tem com a negociação das commodities – estes produtos básicos que alimentam a pauta de exportação brasileira, mas que, caso tivessem maior valor agregado em termos de produção, poderiam contribuir ainda mais para o desenvolvimento econômico brasileiro.
    (...) Ver matéria
  • VALORIZANDO QUEM AGREGA VALOR / Promoção03/04/2014 15:43 Recentemente um amigo visitou o escritório central de uma grande corporação nos Estados Unidos e me contou que viu nos corredores desta empresa alguns pequenos quadros que diziam: “para nós, você é tão bom quanto o seu resultado do último trimestre”.

 Quando ouvi isso confesso que fiquei assustado com tanta franqueza, pra não dizer frieza, mas depois, analisando bem, conclui que é um excelente método de gestão: o da meritocracia!


    UMA CULTURA QUE VALORIZA MAIS OS RELACIONAMENTOS, AS AMIZADES, AS PROXIMIDADES, OS BRINDES, AS FESTAS TURBINADAS ESTÁ, DE FATO, COMPROMETIDA COM RESULTADOS DE MÉDIO E LONGO PRAZO OU CAMINHA NA PAUTA DAS SATISFAÇÕES PESSOAIS MOMENTÂNEAS, VISANDO RETORNOS MAIS PARTICULARES DO QUE COLETIVOS E RECOMPENSAS MAIS PRAZEROSAS NO CAMPO EMOCIONAL DO QUE NO RACIONAL?
    Meritocracia é o método que consiste na atribuição de recompensa aos que possuem méritos. Um sistema de gestão que considera o mérito a razão principal para se galgar posições dentro de uma organização. Esse é um conceito do qual muito se fala, mas pouco se aplica. Creio que isso aconteça, talvez, pela dificuldade de se apurar o mérito ou o valor agregado pelo avaliado. Para alguém de origem saxã (alemães, ingleses, holandeses etc.), é mais fácil entender do que para nós latinos. Nossa cultura valoriza muito o relacionamento, a amizade, a proximidade, os brindes, enfim, diversos itens que não tem muito a ver com resultados.


    (...) Ver matéria
  • LANÇADO O PRÊMIO VOTO POPULAR 2014 / Comunicação02/04/2014 19:02 O 28° Prêmio Voto Popular está com suas inscrições abertas até o próximo dia 24 de abril e mantém as mesmas áreas dos últimos anos, quando foram incorporadas as peças e campanhas digitais nas suas tradicionais categorias de produtos e serviços, que serão julgadas ao lado de comerciais de TV e rádio, anúncios e peças de mídia outdoor e indoor.
    Como o julgamento é integralmente feito pelos consumidores, não será possível avaliar websites, campanhas de searching e projetos muito complexos. Mas todo o tipo de peças e campanhas no formato display, promoções, ações em mídias sociais e outros gêneros poderão ser inscritos. Em benefício da precisão do julgamento, é necessária uma curta apresentação para as inscrições que não estiverem bem claras para o corpo de jurados.
    TODAS AS CATEGORIAS FORAM MANTIDAS
    As regras e categorias do Voto Popular 2014 são idênticas às de sempre. Mantém-se imutável, também, a essência do Prêmio, que é o esquema de julgamento por um conjunto de jurados recrutados dentre a população: 24 consumidores, homens e mulheres, de quatro faixas etárias e das classes A, B e C.
    Serão aceitas inscrições, portanto, para cinco tipos de peças publicitárias — comerciais de televisão, comerciais de rádio, anúncios (para mídia impressa), peças de mídia digital e peças para mídia indoor e outdoor — e de campanhas (de televisão, rádio, mídia impressa, digital, indoor e outdoor combinadas, com ou sem material promocional de apoio), que estarão classificadas em 32 categorias. (...) Ver matéria
  • VAMOS CONHECER UM POUCO DO INIMIGO? / Mídia01/04/2014 18:17 O assunto exorcismo é algo que desperta curiosidade e que a indústria cinematográfica já explorou de diversas maneiras, com histórias reais ou não, o fato de existir uma força desconhecida atrai e muito a atenção das pessoas, sejam elas adeptas ao cristianismo ou céticas.

 Na Bíblia há passagens em que o próprio Cristo ou os apóstolos expulsavam os espíritos maus das pessoas. Porém o Vaticano não fala muito a respeito e não incentiva a pratica, apesar de existir muitos padres em diferentes partes do mundo que fazem os rituais de exorcismo e estudam sobre o tema. E não apenas membros da igreja católica se interessam sobre o assunto, tanto que psiquiatras também tentam explicar o tal fenômeno e tratar pessoas supostamente possuídas.

    ≠ EXORCISA OU NÃO EXORCISA, DEFU?
    † OPA! EU JÁ NASCI EXORCISADO E, QUANDO MORRI PRA VIDA DOS LARGADOS, ANTES DE ENTENDER ONDE TINHA METIDO O NARIZ, PRA EVITAR QUALQUER MAL ENTENDIDO, ME EXORCISEI DE NOVO...
    ≠ HAHAHA...... TU FOSTES E AINDA ÉS UM POBRE DIABO INFELIZ, DE FATO SEM SABER ONDE PÕE O NARIZ. TU NEM SABES O QUE É EXORCISMO, MANÉ...
    † SANTA, PRA TEU GOVERNO, PRO GOVERNO DOS LARGADOS, DOS JUÍZES DE COPA SEM ESTÁDIOS, DOS PROGRAMAS SEM AUDIÊNCIA DOS BOPES, DA MULHERADA COM CIÚME DOS BOFES, DOS BENTOS, DOS SILVA, DOS LOPEZ, DO GÊNESIS E DO APOCALIPSE, DO SOL E DA LUA COM E SEM ECLIPSE, DE QUEM MAIS TU QUISERES, SOU EU – E SEMPRE FUI – O MAIOR EXORCISTA QUE ESTE PLANETA TERRA JÁ VIU, DESDE QUE FICOU COMPROVADO QUE MINHA MÃE ME PARIU.
    ≠ OI? CONVERSA DE AMALUCADO, DEFU. TU EXORCISAS A TI MESMO, OS AMIGOS E OS INIMIGOS TAMBÉM?
    † JUSTISSIMO. COM OU SEM CAFÉ FRIO. COM OU SEM CALABOUÇO. COM OU SEM ÁGUA BENTA. COM OU SEM CRUCIFIXO. COM OU SEM TEU AMÉM. SÓ TEM UM JEITO DO MEU EXORCISMO NÃO FUNCIONAR.
    ≠ QUAL?
    † O EXORCISMO NÃO ESTAR ESCRITO COM O NOME DE JESUS CRISTO.
    ≠ BONITO ISSO? PODE-SE ACREDITAR?
    † GIRE A TERRA AO CONTRÁRIO E, PRA PROVAR QUE É MENTIRA, PROVE PRIMEIRO QUE NÃO ESTIVE LÁ.

    O escritor e cineasta Renato Siqueira e o escritor Luciano Milici trazem em seu novo livro Diário de um exorcista – como lutar contra as trevas quando elas se escondem dentro de você pelo selo Generale, da Editora Évora, a história baseada em fatos reais do padre Lucas Vidal, um dos maiores exorcistas da América Latina nas décadas de 1950 e 1960, contada em seus mais aterrorizantes e inacreditáveis detalhes.
    (...) Ver matéria
  |    1    |  

Busca avançada

ARQUIVO

2014
2013 2013


BuscaRápida

Esqueci! Cadastre-se
© 2002- Revista About e Portal da Propaganda
Redação, Administração, Publicidade, Circulação e Prêmios - R. Cardoso de Almeida 788, 11º andar, cj. 112/113 - Perdizes - CEP 05013-001
São Paulo - SP - Tel. (11) 3675-9065