Portal da Propaganda www.portaldapropaganda.com

Comunicação

19/05/2015 16:32OITO EM CADA DEZ BRASILEIROS SE CONSIDERAM RELIGIOSOSNo Brasil, oito em cada dez (79%) habitantes se dizem pessoas religiosas. É o que mostra a pesquisa Barômetro Global de Otimismo, feita pelo Ibope Inteligência em parceria com a Worldwide Independent Network of Market Research (WIN), realizada em 65 países, com 63.898 entrevistados. Os que não se consideram religiosos somam 16% da população brasileira e outros 2% afirmam ser ateus.


JE SUIS  CROYANT. JE SUIS RELIGIEUX. JE SUIS PLEIN D'ESPOIR. JE RÉPONDS RECHERCHE. VOILÀ! UN MONDE MEILLEUR
...
A proporção de pessoas que se consideram religiosas coloca o Brasil acima da média global, que é de 63%. Em contrapartida, os que não se consideram religiosos somam 22% da população mundial e 11% afirmam ser ateus.


(...)

08/04/2015 11:46PRÊMIO VOTO POPULAR 2015 VAI AVALIAR PEÇAS, EVENTOS E CAMPANHAS PROMOCIONAISO 29° Prêmio Voto Popular está com suas inscrições abertas até o próximo dia 30 de abril e passa a avaliar peças, eventos e campanhas promocionais, que antes podiam ser inscritas apenas quanto faziam parte de campanhas completas. Agora, os trabalhos promocionais serão avaliados nas mesmas categorias de produtos e serviços da premiação, que se mantêm as mesmas dos últimos anos, incluindo as peças e campanhas digitais, que serão julgadas ao lado de comerciais de TV e rádio, anúncios e peças de mídia outdoor e indoor. Como o julgamento é integralmente feito pelos consumidores, não será possível avaliar websites, campanhas de searching e projetos digitais muito complexos. Mas todo o tipo de peças e campanhas no formato display, promoções, ações em mídias sociais e outros gêneros poderão ser inscritos. Em benefício da precisão do julgamento, é necessária uma curta apresentação para as inscrições que não estiverem bem claras para o corpo de jurados. Da mesma forma, eventos e promoções de alta complexidade não poderão ser avaliados e as inscrições dessa plataforma de comunicação devem ser acompanhadas de vídeocases que os apresentem e expliquem. (...)

03/03/2015 00:36A IMPRENSA E A LIBERDADE“Entendo que a liberdade de imprensa é cláusula pétrea da Constituição Federal, por dizer respeito ao mais sagrado direito de uma sociedade de ser informada da verdade, não pelos detentores do poder, mas pela imprensa. Não podem, portanto, ser modificados os fundamentos do caput do artigo 220 da Lei Suprema.” O parecer, de extrema clareza, encerra artigo em que o conceituado jurista Ives Gandra da Silva Martins analisa recentes manifestações de alguns setores que, a pretexto da democratização da informação, voltam a insistir no controle da imprensa. E, mais uma vez, invocam o argumento da concentração de capital nos segmentos de jornais e emissoras de TV.
– PSIU, Ô DA CENSURA-DEUS-QUE-ME-LIVRE, TU ANDASTES ABUSANDO DA LIBERDADE ADQUIRIDA?
– QUEM, EU? E LÁ TENHO EU POSSES PRA ABUSAR DE ALGUMA COISA? HOJE MANÉ ME FONOU, DIZENDO SER DA OPERADORA DE CARTÃO DE CRÉDITO, PRA CONFIRMAR COMPRA SEQUESTRO CLASSE A FEITA EM MEU NOME NAS AMERICANAS, MANJA?
– E AÍ? DIÁLOGO CENSURADO? CRAVASTES UM ATÉ LOGO, O SERASA CHEGOU PRIMEIRO?
– HAHAHA... SERASA CHEGA PRIMEIRO QUANDO A EMPRESA SE CHAMA VIVO, MEIO MORTA-VIVO, MAS VIVO TRAMBICANDO ASSINANTE COM O GOLPE DO CHIP LESADO, PORÉM NOT DEAD YET, ISTOÉ, NÃO CANCELADO E ETERNAMENTE COBRADO, SEJA PELO NOVO, SEJA PELO NÚMERO ALTERADO...
– E A GALERA DO CARTÃO AVISA? É PÁREO PRA ANVISA?
– FIGURA, ESCUTA A BOSSA: MEU CARTÃO? QUAL DELES? CARA, QUE MOSSAD, POIS NÃO É QUE MEU NOME TÁ CERTINHO, MAS NÃO TENHO CRÉDITO NEM PRA COMPRAR NO ARMARINHO?
– HAHAHA... E O CARA?
– IA RIR, MAS DESLIGOU NA BUCHA, CARA. TU ACHAS QUE DÁ PRA JORNALISTA BEBER E ATENDER AO TELEFONE, SEM SABER SE DO OUTRO LADO O BABADO É COM O BERLUSCONI?
– LIQUIDASTES NA LATA?
– NO GANCHO, PRO PRÓXIMO TOQUE, POIS SE JOGO MUITA CONVERSA FORA, QUEM CUIDA DESSE MALOTE?
– SE FOSSE CASO DE VIDA OU MORTE?
– RESPOSTA EMBUTIDA NA PERGUNTA, MEU CARO PSIU! À VIDA O QUE É DA VIDA; À MORTE O QUE É DA MORTE...
– NEM SCHOPENHAUER EXPLICITARIA MELHOR, MY DARLING.
– POIS ENTÃO, CHOPP É CHOPP EM QUALQUER LÍNGUA, EMBORA PAREÇA DESLIZAR MAIS SUAVE EM LÍNGUA DE ALEMÃO. TENTA APORTUGUEZAR MELHOR QUE ISSO, SEM ESCORREGAR NOS TEUS TO MATES, QUE EU QUERO VER SE TU CONSEGUES.
– TONTA, TU SABES QUE MEU VOCABULÁRIO NÃO DÁ PRA TANTO!
– EU SABIA! E COMO SEMPRE DIGO, QUEM PODE MAIS DORME MENOS.

Quando se discute a imposição de limites à liberdade de imprensa, é sempre bom ter na memória o risco embutido nessa questão essencial para o pleno exercício da democracia. A história recente do País mostra o que acontece quando detentores do poder de tendência autoritária e avessos ao contraditório assumem o controle da mídia. Sem imprensa livre, cortaram-se os canais para a circulação de informação e impediu-se que chegassem ao conhecimento da sociedade fatos de fundamental importância, entre os quais violações de direitos humanos, planos mirabolantes de desenvolvimento econômico e outros desmandos praticados nos porões do poder público. Aliás, esse cenário repete-se, sem exceção, na história de todas as ditaduras que, entre as primeiras medidas adotadas ao assumir o poder, inclui o cerceamento da liberdade de imprensa.
(...)

Download Comunicação Prêmios Comunicação

BuscaRápida

Esqueci! Cadastre-se
© 2002- Revista About e Portal da Propaganda
Redação, Administração, Publicidade, Circulação e Prêmios - R. Cardoso de Almeida 788, 11º andar, cj. 112/113 - Perdizes - CEP 05013-001
São Paulo - SP - Tel. (11) 3675-9065